Óleo essencial de gengibre e seus benefícios

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

O gengibre é um velho conhecido nosso, e ele tem sido muito usado como componente na medicina tradicional. Devido as suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias o óleo essencial de gengibre faz muito sucesso na aromaterapia e se tornou um dos preferidos na medicina alternativa. Vamos descobrir nesse artigo, todos os benefícios que ele pode te oferecer.

Óleo essencial e seus benefícios
Óleo essencial e seus benefícios

Planta de gengibre

O gengibre é um membro da mesma família de plantas que inclui o cardamomo. Ele pode ser encontrado em todo o mundo, especialmente na Ásia e na África. O nome científico da planta é Zingiber officinale .

O óleo de gengibre é extraído do rizoma de gengibre após um processo de destilação. Como outros óleos essenciais , ele tem como característica ser muito concentrado.

O óleo de gengibre tem um aroma distinto que pode ser descrito como forte, quente ou picante. Como tal, é frequentemente utilizado na aromaterapia . Ele também pode ser usado em uma variedade de aplicações na pele e no cabelo.

Benefícios e usos do óleo essencial de gengibre

O óleo essencial de gengibre também pode ser usados ​​para ajudar nas seguintes condições:

  • náusea
  • artrite
  • trata o sistema digestivo
  • resfriados
  • enxaquecas
  • reduz inflamação
  • fortalece a saúde do coração
  • alivia a ansiedade
  • auxilia em problemas respiratórios
  • cura infecções
  • afrodisíaco natural
  • alivia dor muscular e menstrual
  • possui altos níveis de antioxidantes

Alguns dos benefícios potenciais do óleo essencial de gengibre são anedóticos. Isso significa que eles são baseados em relatórios pessoais ou testemunhos, em oposição a estudos científicos.

Porém, muitas pesquisas estão em andamento sobre os possíveis benefícios à saúde do óleo de gengibre e os estudos já vem mostrando grandes resultados, comprovando seus reais benefícios.

Anti-inflamatório

Uma dessas pesquisas tem como estudo os efeitos anti-inflamatórios do óleo de gengibre, e foi descoberto que ele exercia um efeito protetor nos rins de ratos tratados com a toxina cádmio. Verificou-se que o óleo de gengibre era anti-inflamatório, impedindo alterações nos marcadores da função renal ou nas moléculas associadas à inflamação.

Em outro estudo, os pesquisadores comprovaram que a utilização do óleo essencial de gengibre inibiu significativamente o inchaço crônico das articulações causado por artrite.

Por fim, uma recente pesquisa analisou o efeito da suplementação de extrato de gengibre na dieta de camundongos obesos. Os pesquisadores descobriram que altas doses de extrato de gengibre impediram o aumento de peso e diminuíram quadros de inflamações.

Náusea

A inalação do aroma do óleo essencial de gengibre tem sido bastante usada como uma maneira de aliviar a náusea. Os resultados do estudo a respeito dessa condição foram bastante satisfatórios. Basta inalar o aroma diretamente do frasco.

Cabelos tratados com óleo essencial de gengibre

Se você para para ler alguns rótulos de shampoos, condicionadores e outros produtos para os cabelos, vai notar em suas composições a presença do óleo de gengibre, pois ele se mostra muito eficaz promovendo a saúde e o crescimento do cabelo.

Pesquisas recentes analisaram o efeito do 6-gingerol, um ingrediente ativo no óleo de gengibre, no crescimento do cabelo. Ele não só promove o crescimento, como supre a saúde capilar desde os folículos.

Óleo essencial para a pele
Óleo essencial para a pele

Tratamentos para a pele

Muitos estudos estão em andamento para que seja analisada cada vez mais a eficácia do óleo essencial de gengibre para tratamentos na pele. Mas hoje ele já faz farte da composição de muitos cremes anti-rugas e cosméticos, devido seu alto poder regenerativo e antioxidante.

O óleo essencial de gengibre demonstra alto poder de regeneração e redução de inflamação na pele

Efeitos colaterais

O óleo essencial de gengibre é conhecido como um dos mais seguros na aromaterapia e são relatados poucos efeitos colaterais.

Entre os óleos essencial, o óleo de gengibre é muito concentrado e não deve ser aplicado diretamente na pele sem diluir. Antes de utilizar faça um teste em uma pequena parte do corpo, para que seja descartado qualquer tipo de alergia. Existem pessoas com peles muito sensíveis e mais propensas a reações alérgicas, então, é sempre bom se prevenir.

É importante lembrar que os óleos essenciais nunca devem ser consumidos ou ingeridos.

Existem várias maneiras de inalar o óleo essencial de gengibre. Escolha qual é o  melhor para você:

Difusor

Difusores são uma ótima maneira de espalhar o aroma do seu óleo em um ambiente. Em alguns casos, o óleo essencial pode precisar ser diluído em água. Certifique-se sempre de seguir cuidadosamente as instruções que acompanham o seu difusor.

Inalação com óleo essencial
Inalação com óleo essencial

Inalação de vapor

Caso queira inalar a vapor seu óleo, siga as etapas abaixo:

  • Aqueça a água até ferver e coloque-a em uma tigela.
  • Adicione uma ou duas gotas de óleo essencial de gengibre na água.
  • Coloque uma toalha sobre sua cabeça.
  • Mantendo os olhos fechados, coloque a cabeça sobre a tigela fumegante e inspire profundamente.
  • Tome cuidado com a temperatura do vapor para não se queimar

Sprays

O óleo essencial de gengibre em spray pode ser usado para refrescar o ar. Para fazer um spray de óleo de gengibre, você pode fazer o seguinte:

  • Adicione o óleo de gengibre na água. A Associação Nacional de Aromaterapia recomenda o uso de 10 a 15 gotas a cada 100 mls de água.
  • Adicione um agente dispersante como o solubol, se desejar. Isso pode ajudar a distribuir o óleo essencial na água.
  • Agite antes de cada spray e borrife.

Aplicações tópicas

Sempre que for utilizar um óleo essencial, lembre-se de diluí-lo em um óleo transportador para equilibrar a densidade e evitar possíveis reações alérgicas. Alguns exemplos de óleos transportadores incluem óleo de amêndoa, óleo de jojoba, óleo de coco e óleo de abacate.

Uma solução de óleo essencial não pode exceder 3 a 5 por cento da receita. Por exemplo, para fazer uma solução a 3%, adicione 20 gotas de óleo essencial por 100 mls de óleo transportador.

Contraindicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *